Procure

Carregando...

Total de visualizações de página

Tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Seguidores

Data e Hora

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Pr. Cláudio Duarte- Café de Pastores - CPESP

Parte 1


Parte 2

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O cristianismo como objeto de consumo.(Tiago 4.3) 2-O evangelho diet. (gálatas 1.6-7)

1- O cristianismo como objeto de consumo.(Tiago 4.3)
                         2-O evangelho diet.  (gálatas 1.6-7)                                               


1-Segundo uma pesquisa, mostra que o brasileiro está tratando a religião como objeto de consumo: adere a uma igreja segundo necessidades de momento, podendo mudar de crença de acordo com suas contingências.
Há dos fatores que devem ser levados em conta aqui. Uma é o tipo de oração que fazemos hoje. Cada vez mais oramos por motivos egoístas e consumistas e, não, por virtudes e vitória sobre a tentação. Embora o problema venha desde os tempos apostólicos, todos estão enxergando a generalização e o agravamento da questão. Pregadores de grandes auditórios e uma boa quantidade de livros estimulam essa prática, enquanto Tiago afirma categoricamente: “Quando [vocês] pedem, não recebem porque pedem mal, pedem coisas para usá-las para os seus próprios prazeres” (Tg 4.3). Nunca se orou tanto como hoje, inclusive no Brasil. Todavia uma boa parte dessas orações são como as orações dos pagãos a seus deuses. Não pedimos a Deus coisas que nos fariam luz do mundo e sal da terra, como amor, paciência, espírito de perdão, sabedoria, humildade, pureza, ousadia, generosidade, mansidão, fé e poder espiritual. Essas são, na verdade, as nossas maiores necessidades. E, além do lucro pessoal, essas virtudes ajudam a trazer o reino de Deus a terra.
O outro fator é a assustadora evidência da paganização do cristianismo e a busca de “santuários poderosos”. Se num centro espírita consigo me comunicar com os mortos e se ali obtenho cura para minha enfermidade, nada me impede de trocar o catolicismo pelo espiritismo. Se em Aparecida consigo uma graça mui desejada e até hoje negada em outros lugares de peregrinação, daqui para frente irei sempre a Aparecida.
Se numa igreja carismática pentecostal me livro de meus pesares, por que não deixar a igreja tradicional?
Se na Igreja Neopentecostal há mais milagres do que na Igreja Pentecostal, por que não me transferir para lá?
E se a Igreja Pentecostal tornar-se mais poderosa que a Igreja Neopentecostal, o que me impede de voltar para a lá?
A igreja que oferece mais será a minha igreja — argumentam muitos novos e alguns velhos cristãos hoje em dia.
É o cristianismo como objeto de consumo !

2-(o evangelho diet reduz o evangelho a simples equação de troca)
“façamos  parte da geração dos nobres”(atos 17:12)

Tem gente que não gosta de nada diet ,é menos do que o produto integral.não seria isto que estaria
ocorrendo  com o evangelho?O apostolo Paulo admirou-se como os gálatas tão rapidamente tinha passado do verdadeiro  Evangelho para um outro evangelho (galatas1.6 e 7).
    O evangelho diet  é antropocêntrico.as mensagens e publicidades evangélicas colocam o homem e seus interesses no centro.Mas também escatológico,na medida que isso seja um chamariz para o ouvinte.Afinal,quem quer ir para o inferno?no fundo,voltamos ao antropocentrismo.
    O foco do evangelho diet induz os ouvintes a possuírem um poder passível de manipulação do sagrado através de trocas,transformando o evangelho em mercadoria e a igreja num espaço para o comercio dos bens sagrados.Deus criou o homem a sua imagem e o homem,hoje deseja criar um deus segundo seus interesses e necessidades pessoais,de acordo com suas projeções.
     O evangelho diet reduz o evangelho a simples equação de troca –“você me da isso que eu quero ou necessito  e eu lhe dou minha devoção”.No evangelho diet,a devoção,o culto e a adoração tem por traz
O interesse pessoal.Seus pregadores,como bons marqueteiros,alimentam esse jogo promovendo uma troca dos valores religiosos com bens materiais.
  O que diferencia esse evangelho diet da nova era,da crença em duendes,pirâmides ou tarô?As pessoas estão em querendo a solução de seus dilemas imediatos,em vez de buscar o sentido da vida que muitas vezes é a causa desses mesmos dilemas.Tratam se dos sintomas,o que é mais fácil,e não das causas.
  No evangelho integral,a vida presente é considerada precária,passageira,provisória.No evangelho diet ,
devemos “sacar” desta vida o que pudermos,para vivermos melhor,transformando Deus num “gênio da lambada” para nosso prazer particular.
   Onde vai parar tudo isto?(isaias1.10-20) demonstra que o afastamento do povo de seu Deus foi tão grande que ele já não mais tolerava o seus culto,considerando abominação,pois ainda que os lábios deles falassem do senhor,o coração estava bem distante dele.
 O evangelho integral transforma integralmente a vida,muito mais do que dá bem estar a alguém.Precisamos parar  com essa feneci e voltar as escrituras em busca de pureza e simplicidade do evangelho de cristo.Vamos fazer como os crentes de Beréia,que conferiam toda mensagem que recebiam com as escrituras para atestar a sua legitimidade (atos 17.11).Logo a seguir,o texto bíblico diz que eles foram chamados de nobres.



ev.Vilmar Rengel



12/09/11